Foto: Divulgação / Pref. Mun. de Guapimirim

Guapimirim

Guapimirim, é protegida por suas florestas e montanhas e cortada pela BR-116 ou Rio-Teresópolis. Seu crescimento se deu mais do outro lado da estrada e planície com apenas 57.105 mil habitantes.  É um lugar de riquezas históricas e naturais preservadas, onde os apaixonados por passeios ecológicos como mochileiros, irão encontrar na região trilhas e cachoeiras incríveis no Parque Nacional da Serra dos Órgãos e no Parque Estadual dos Três Picos, existe ainda o “Pantanal fluminense” como é conhecida a APA de Guapimirim, que concentra o último remanescente de mangue quase intactos na Baia de Guanabara.

A cerca de 60 km da capital Rio de Janeiro, o município possui grande potencial turístico e histórico. Com mais de 70% de área verde protegidas. Com suas cachoeiras, é o local perfeito para novos moradores. A cidade está cresce com novas lojas e centros comerciais modernos. 

A história de Guapimirim remonta do período do Brasil Colônia, entre os séculos XVI e XVIII, com a aparição da Serra dos Órgãos e do rio Guapimirim em mapas e cartografia da época e com a fundação da capela de Nossa Senhora D’Ajuda, padroeira da cidade. Abriga ainda o Museu Von Martius, no Parque Nacional da Serra dos Órgãos.

■ PONTOS TURÍSTICOS

Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Sub Sede de Guapimirim)

Nesta região localiza-se o Parque Nacional da Serra dos Órgãos, seu nome se deve à semelhança que os picos de sua serra têm com os tubos dos órgãos das igrejas.

Neste paredão rochoso e desnivelado da Serra do Mar, destaca-se o maciço do Dedo de Deus: um bloco de 1.692 metros de altitude que é símbolo do montanhismo no Rio de Janeiro, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Cultural (IPHAN).

Com uma área de mais de 20 mil hectares, o parque foi criado em 1939. Pode percorrer, a pé ou de bicicleta, as trilhas que levam a cachoeiras, poços e piscinas naturais. É também em “Guapi” que estão localizadas duas joias arquitetônicas do Parque: a casa-sede da antiga fazenda Barreira do Soberbo e a capela de Nossa Senhora da Conceição, construída no século 18, em estilo barroco.

APA de Guapi-Mirim

Foto: Divulgação/ICMBIO

 

Com área de 13.926 hectares, a Área de Proteção Ambiental de Guapimirim foi criada pelo no ano de 1984, resultado de um movimento ambientalista da sociedade civil organizada e da comunidade científica.

Tem como principal objetivo proteger os remanescentes de manguezais situados no recôncavo da Baía de Guanabara e assegurar a permanência e sobrevivência de populações humanas que mantêm uma relação estreita com o ambiente, vivendo dos seus recursos naturais e mantendo ainda características tradicionais no convívio com a natureza. Está situada no recôncavo leste da Baía de Guanabara, abrangendo parte dos municípios de Magé, Guapimirim, Itaboraí e São Gonçalo.

Dentro da APA de Guapimirim está inserida a Estação Ecológica da Guanabara foi criada pelo e possui cerca de 2 mil hectares, abrangendo parte dos municípios de Guapimirim e Itaboraí. É a área mais conservada de toda Baía de Guanabara, apresentando características ecológicas e biológicas compatíveis com os manguezais isentos de intervenção humana e agressiva. É a última área da Baía de Guanabara a apresentar características cênicas próximas ao período anterior à colonização europeia do País. Constitui um dos últimos trechos de manguezal contínuo de médio porte no estado do Rio de Janeiro.

Abriga espécies ameaçadas de extinção no estado do Rio de Janeiro, como a biguatinga (Anhinga anhinga), a marreca-caneleira (Dendrocygna bicolor), e o jacaré-do-papo-amarelo (Caiman latirostris).

Bairro da Barreira
Na subida da Serra sentido Teresópolis, está o bairro da Barreira, o local possui diversas cachoeiras e poços para banho com entrada gratuita.

Restaurante recomendado:
O Rogeriu´s Bar e Restaurante possui ótima estrutura para almoçar e beber.

 ■ COMO CHEGAR

De Carro:
Do Rio de Janeiro: Acessar a Rodovia Washington Luís, BR-040 até o entrocamento com o Arco Metropolitano e a Rodovia Rio-Teresópolis. BR-116. Ao acessar a BR-116 seguir direto até Guapimirim.

De Ônibus:
Na cidade do Rio de Janeiro. existe ônibus da viação Reginas com ar condicionado, Linha 196 C Guapimirim x Central.

De Trem:
Guapimirim é o final do ramal Saracuruna x Guapimirim de Trem, acessar o site da SUPERVIA Concessionária para mais informações.


■ MAPA DA REGIÃO

Confira

Maricá

 Considerada um paraíso natural, com 46 quilômetros de praias e rodeada de lagoas, rios, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.